Esta carta do jornalista, jurista e poeta Luiz Gama é resposta ao pedido que lhe fizera o escritor Lúcio de Mendonça para que lhe enviasse informações sobre os fatos dramáticos de sua vida de filho de negra, africana livre, e pai de origem portuguesa. A experiência de vida aqui relatada transformou-o num dos maiores abolicionistas brasileiros: “exauria-se no próprio ardor”, como disse Raul Pompeia no seu enterro. 

São Paulo, 25 de julho de 1880

…Campinas; e, por todos repelido, como se repelem coisas ruins, pelo simples fato de ser eu “baiano”.[2] Valeu-me a pecha! O último recusante foi o venerando e simpático ancião Francisco

Mutuamente magoados por um desentendimento que ameaçava a amizade de muitos anos, alimentada por meio de mais de trezentas cartas em que trataram sobretudo de literatura e história, Francisco Iglésias e Otto Lara Resende buscam esclarecer o episódio que desencadeara a questão na troca de missivas que se reproduz aqui. Esta é a resposta de Otto à carta de Iglésias escrita em 18 de fevereiro. Os dois superariam por completo o problema.

Bruxelas, 21 de fevereiro de 1958

…[1] N.A.: Relendo sua carta, verifico que você informou, sim, o dia em que chegava. Retifico, pois. [2] N.S.: Anotações feitas a lápis por Francisco Iglésias no verso da carta….

Dois anos mais velho que Hélio Pellegrino, Otto Lara Resende tinha no amigo o interlocutor de intermináveis conversas desde a juventude, em Belo Horizonte. No Rio de Janeiro, onde, com suas famílias, moraram até o fim da vida, aprofundaram a amizade, só interrompida com a morte de Hélio, assunto desta carta de Otto ao amigo Francisco Iglésias, como se pode ouvir na leitura em vídeo ao final da carta.

Rio de Janeiro, 25 de março de 1988

…Otto!” Vou fazer o possível. Desculpe esta baboseira. E obrigado. Ainda há amigos. Há você, Chico. Otto Arquivo Francisco Iglésias / Acervo IMS. Você pode ouvir a leitura da carta…

Amigo de Otto Lara Resende e Hélio Pellegrino, com os quais, dentre outros, fundou a revista literária Edifício, o historiador mineiro Francisco Iglésias, chocado com a morte súbita de Hélio em 23 de março, escreve, no mesmo dia, a Otto Lara Resende, solidarizando-se com sua dor. A resposta viria dois dias depois, em bela carta do autor de O braço direito.

Belo Horizonte, 23 de março de [19]88

…aforismos de Confúcio de BH dos anos quarenta. Mando pois a carta. Tudo de bom, amigo admirável. O abraço solidário de sempre, Francisco Iglésias Arquivo Otto Lara Resende/ Acervo IMS….