Em agosto de 1822, na cidade de São Paulo, dom Pedro I, o primeiro imperador do Brasil, iniciara relacionamento extraconjugal que duraria sete anos com Domitila de Castro, futura marquesa de Santos. No começo de 1823, Domitila mudara-se de São Paulo para a corte, no Rio de Janeiro, onde vivia sob a proteção do imperador, que, nesta carta, mostra a intensidade de sua paixão.

Rio de Janeiro, 15 de dezembro de 1827

…carne é quem te chama a fazer a coisa, e não o prazer de ser com teu filho, o que é capaz a dispor-te a fazeres com outro qualquer “amor…

Amigos desde a juventude, em Belo Horizonte, Otto Lara Resende exerce, durante toda a vida, a amizade com Hélio Pellegrino dentro dos padrões que observa nesta carta. O diálogo entre eles foi diário até o fim; a compreensão, profunda, e o amor, testemunhado nesta carta.

Rio de Janeiro, 1º de junho de 1951

…exigir que seu filho o compreenda. Compreender o pai é, para o filho, apiedar-se do pai. E você já viu situação mais impiedosa, mais cruel e terrível do que um…

…Café Filho e superintendente das empresas incorporadas ao Patrimônio da União. De 1965 a 1967, serviu como adido cultural na embaixada de Lisboa, Portugal. Entre suas obras, destacam-se A faca…

Editor e crítico de arte mineiro, foi diretor de Artes e Programas Culturais do Instituto Inhotim, onde também atuou como curador após ter deixado o mesmo cargo no Museu de…

Poeta carioca, estreou com Palavra (1963). Sua obra, vinculada inicialmente ao movimento Práxis, vanguarda estética do início dos anos 1960, enveredou por outros caminhos, como o da poesia marginal da…