Procurar
Régis Bonvicino, s.d. Fotógrafo não identificado

Régis Bonvicino

Poeta paulista, é citado no Historical Dictionary of Latin American Literature and Theater como “inovador incansável”. Ainda jovem, publicou três pequenos livros em edição do autor: Bicho papel (1975), Régis Hotel (1978) e Sósia da cópia (1983). Tem obras publicadas em diversos países e participou de leituras de poesia em cidades como Coimbra, Buenos Aires, Paris, Hong Kong, Nova York, Cidade do México. É tradutor e, como crítico literário, escreveu nos principais jornais do Rio de Janeiro e de São Paulo. Fundou, em 2001, ao lado de Charles Bernstein, a revista Sibila, que, em 2007, tornou-se exclusivamente eletrônica.

Cartas enviadas

Nenhuma carta enviada encontrada.

Cartas recebidas